Corretora TAXA ZERO cobrando taxa? COMO ASSIM? – Ramiro Responde #48

O que acontece comigo, investidor, se a minha corretora passar a me cobrar uma taxa para investir no Tesouro Direto? É sobre isso que eu vou falar no vídeo de hoje. Meu nome é Ramiro Gomes Ferreira, eu sou planejador financeiro CFP e cofundador aqui do canal Clube do Valor. E neste novo vídeo, o vídeo número 48 da série “Ramiro Responde”, eu vou responder à dúvida da Tatiana, que ela falou mais ou menos assim: “tenho uma dúvida aqui. Abri uma conta na corretora do meu banco, taxa zero para aplicação no Tesouro Direto, como você menciona. Se, por acaso, eles mudarem de conceito, começarem a cobrar taxa, como é que eu fico, o que pode ser descontado e o que pode ser cobrado? Obrigado novamente. E, legal essa pergunta da Tatiana, porque eu nunca tinha parado para pensar nisso.

E na hora que a gente separou as perguntas do “Ramiro Responde” eu vi aqui como estava estruturado o conteúdo eu achei bem legal falar um pouco mais sobre essa questão de corretoras cobrando taxa para você poder investir no Tesouro Direto. Se isso parece interessante para você e você ainda não é inscrito, inscreva-se aqui no canal do Clube do Valor, deixe suas dúvidas no meu vídeo e daqui a pouco a sua pode ser respondida aqui na série “Ramiro Responde”. Dá um “like” aqui nesse vídeo clica no “sininho” ali também, depois de se inscrever, para fortalecer essa comunidade que tanto cresce, beleza? E eu já volto aqui com o conteúdo. Então, vamos lá. Vamos começar com os pontos básicos, que é aquele alinhamento que eu falo em todo o início de vídeo da série “Ramiro Responde”.

Aqui, eu acho interessante falar sobre as taxas que você, investidor, tem que pagar para investir no Tesouro Direto. Existem, basicamente, duas. Uma delas, que é a taxa cobrada pela B3, antiga BM&F; Bovespa, que é de 0,3% ao ano, pelo menos no momento em que este vídeo é postado e é assim já há bastante tempo, que é a taxa de custódia, é a taxa que a B3 cobra por fazer esse meio de campo, por conectar o investidor com o Tesouro Nacional e dessa que não tem como escapar, você pode ter conta em 25 corretoras diferentes, sempre que você for investir no tesouro direto vai ter essa taxa, beleza? E tem também a taxa cobrada pela corretora, que, diferentemente da taxa da B3, é opcional ser cobrada e cada corretora decide se vai cobrar ou não e, se for cobrar, qual vai ser o valor dessa cobrança. Ela também é um percentual sobre o valor investido, que algumas corretoras ainda cobram.

Algumas cobram bem pouco, fica na faixa de 0,06% ao ano, e outras cobram uma taxa exorbitante de 2% ao ano. Só que tem um “porém”, tem uma evolução natural aqui no Brasil, no mercado das corretoras e muitas hoje não cobram mais essa taxa, incluindo também algumas corretoras de bancos, por incrível que pareça, houve um “bang” nesse mercado financeiro brasileiro que até as corretoras de banco hoje isentaram a taxa. É o caso do Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa e Santander, mas ainda assim tem corretoras que cobram, então vale a pena ficar atento. Tem uma lista, que vai estar aqui no segundo link da descrição deste vídeo, com as corretoras que cobram taxa e qual a taxa de cada corretora.

É um link que vai cair numa página que nem é essa aqui, que mostra lá a lista em ordem alfabética de corretoras de valores e pode ver que a maioria aqui cobra taxa “zero”. A primeira cobrar é a BS Brasil, depois a Concórdia, Planner, Renascença, Solidus, Banrisul, Citigroup, Fator e aí vai indo até o Banco Daycoval cobra 2% ao ano. Se bem que eles colocam aqui um detalhe, que é de 0 a 2, depende do cliente, mas, bom, 2 é muito. Enfim, esse é o ponto básico aqui sobre este vídeo, beleza? Então que está acontecendo? Eu já deu uma bela de uma antecipada aqui. Tem uma tendência muito boa, muito positiva, muito clara, das corretoras isentarem essa cobrança, causada pela concorrência entre várias corretoras, para atraírem os investidores.

Então eles não cobram nada por esse ativo para o investidor começar a investir, tirar o dinheiro do banco, ir para a corretora e daí conhecer outros produtos financeiros e se tornar um investidor um pouco mais sofisticado e daí sim gerar receita para a corretora. Então é uma estratégia de entrada dos clientes. E muitas corretoras isentam o investidor de várias taxas, em vários produtos e serviços diferentes. Hoje, por exemplo, você já não paga mais para abrir sua conta, para a manutenção da sua conta, são poucas corretoras que cobram a taxa de custódia, custódia de renda fixa, muitas já não cobram mais, custódia de renda variável, até mesmo corretagem para fundos imobiliários algumas corretoras não estão cobrando mais, como é o caso da genial, por exemplo. Porque isso? Para ter, para conseguir lutar como a concorrência e também para atrair os investidores. E uma vez atraídos os investidores, com uma estratégia de entrada, as corretoras tem outras formas de se remunerar, como, por exemplo, o “spread” na renda fixa. O que é isso? Quando você compra um CDB, vamos supor que pague 115% do CDI, através da plataforma da corretora, o que acontece? Você está investindo em um CDB de um banco – vamos supor aqui o BMG – através da plataforma da sua corretora.

A corretora, ela fica com um “percentualzinho” desse valor. Por exemplo, ela fecha com o BMG “olha, eu vou distribuir CDB’s teus aqui para muitos dos meus clientes. Tu me pagas aí 117% do CDI?” e daí o BMG, por exemplo, vai falar “sim, eu pago 117% do CDI”. E aí o que é que a corretora faz? Oferece a 115% para os clientes e fica com esses 2% do CDI para ela, que é uma forma legítima de ser remunerada pelo bom trabalho que elas fazem. Tem também “float”, que é quando ela pega o dinheiro que fica parado, dos correntistas, dos dos clientes, dos investidores que investem através da corretora e ela aplica em títulos com liquidez diária, que pagam 100% da taxa SELIC e fica com a rentabilidade para ela e não para os correntistas. Existem também outras formas: corretagem em renda variável, repasse de taxas de fundos de investimento e aí por diante.

Onde eu quero chegar com isso? Eu quero chegar que é natural a gente observar a continuidade desse processo de isenção de taxas do Tesouro Direto. Eu fiz a conta aqui, das 62 instituições financeiras habilitadas a operar no Tesouro Direto, proporcionar um investimento dos seus clientes no Tesouro Direto, 38 não cobram nada e 24 cobram alguma coisa e talvez quando você estiver assistindo esse vídeo, sejam mais do que 38 que não cobram. Então, como a gente está indo para esse lado eu acho improvável a gente ir para o outro lado, onde todas as corretoras vão passar a cobrar ou como alguma corretora que não cobra mais vai passar a cobrar. Na minha opinião franca é um caminho sem volta. Isentou, não vai voltar a cobrar, eu acho que seria um “tiro no pé” da corretora e iria ser um repelente de novos clientes. E se acontecer, o que você faz? “Ramiro eu não tenho certeza, tenho ainda meu medo”.

Primeiro lugar, é bom ressaltar, deixar muito claro que eu acho que isso não aconteceria, ok? Mas se acontecer, eu vejo duas alternativas para você investidor: a primeira reclamar, ir no Reclame Aqui, “pô, eu entrei nessa corretora porque ela me promete taxa zero por tempo ilimitado, etc e tal”, tentar falar com o serviço de atendimento ao consumidor e aí em diante, e se não der, se ela não voltar atrás, aí é mudar de corretora.

É bastante simples hoje abrir contra em uma corretora, é muito simples também transferir a custódia dos seus ativos de uma corretora para outra, e aí você procura aqui o vídeo do Clube do Valor “Como Transferir Ações De Uma Corretora Para A Outra”, que é um vídeo aqui da série “Ramiro Responde”, que eu mostro como é que funciona o STVM, que é o documento que deve ser preenchido para fazer essa transferência. Ele serve também para ativos de renda fixa. E aí você transfere e deu, sem “grilo”, vai pagar uma pequena taxa talvez, no dia em que eles voltarem a cobrar, mas daí vai para uma corretora que não cobra de você, beleza? Então, resumindo aqui de forma curta e grossa, uma corretora que não cobra taxa para investir no Tesouro Direto dificilmente vai voltar a cobrar. E se isso acontecer você tem duas opções.

Talvez várias seja uma palavra forçada, mas tem duas opções muito claras, não precisa ficar nervoso com isso, tente que focar em estratégias de investimentos, em alocação de ativos, em criar o seu planejamento financeiro e fica bem tranquilo com esse ponto aqui que, felizmente, o nosso Mercado Financeiro, ele está evoluindo, ele está trazendo benefício para os investidores e você pode aproveitar, assim como eu aproveito também na minha pessoa física, beleza? Quer ir além? Quer saber mais o Tesouro Direto? O terceiro link na descrição é um material, uma planilha simuladora do Tesouro Direto que a gente oferece de forma gratuita.

Se você baixar esse mapa mental têm links aqui dentro dele para outros conteúdos e também deixei o link dessa página aqui que eu mostrei do Tesouro Direto, com a lista das corretoras. Mas agora, como é que eu posso baixar esse mapa mental? Muito simples: o primeiro link aqui na descrição. O link vai estar no “card” aqui cima, é um link em que eu proporcionado não apenas esse mapa mental, como todos os – até agora – 48 mapas mentais da série “Ramiro Responde”. Ou seja, ali tem muito conteúdo para você aproveitar de forma 100% gratuita, para melhorar a sua educação financeira, beleza? Agora é contigo! Deixe seu comentário aqui abaixo, dizendo o que você achou deste vídeo, dizendo se você investe em uma corretora ou na corretora do seu banco, enfim compartilhando um pouco as suas experiências e quem sabe as suas dúvidas também para eu responder no futuro, aqui no “Ramiro Responde”. Um grande abraço e até a próxima. Tchau, tchau!

Passo a passo como investir no Mercado de Forex utilizando robôsEU QUERO!
+ +